AGRÍCOLA

Seleção estratégica de áreas agroindustriais

Para a definição da área para sua implantação, levou-se em consideração a existência de clima favorável, de terrenos adequados e vocação agrícola voltada para o cultivo da cana-de-açúcar, bem como a disponibilidade de água, a existência de uma infra-estrutura de transporte adequada, a disponibilidade de energia elétrica, a existência de meios de comunicação eficientes e a disponibilidade de mão-de-obra.

Procurou-se também, obter uma localização estratégica, dentro ou mais próxima possível das regiões consumidoras e dos grandes centros de consumo regional, coincidente com áreas cujas estruturas fundiárias e de uso do solo permitam a aquisição de glebas contínuas nos tamanhos necessários aos projetos, a preços compensadores, sem necessidade de substituição de outras culturas.

Cana-de-açúcar em expansão

Atualmente, a atividade agrícola da Denusa está concentrada no raio da unidade industrial, com distância média na ordem de 20 km, e explora 100% do seu canavial, em áreas de sua propriedade e de terceiros, através de parcerias.

A projeção de produção de cana-de-açúcar, média da empresa para o ciclo de produção objeto do planejamento estratégico, corresponde à média de 98 toneladas por hectare. A empresa investiu em área de cana-de-açúcar e, atualmente, explora área correspondente a 18.000 hectares.